Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Heartbreaks & Cocktails

" 'Cause I just wanna die before my heart fails, from heartbreak or cocktails "

Heartbreaks & Cocktails

" 'Cause I just wanna die before my heart fails, from heartbreak or cocktails "

sem nexo #3

   Estamos habituados a ouvir ou ler histórias com finais felizes. Estamos à espera que a nossa vida tenha um. É inevitável.

   Se nos dissessem que o nosso final não ia ser feliz, talvez não reagíssemos bem. Provavelmente não iríamos mesmo.

    Mas, e quando não nos dizem nada? Quando não há ninguém para nos dizer algo?

   Imaginando que acordam no meio de um hospital, sem a mínima noção de quem são, ou do que fazem. Estando perdidos algures, num outro país a kilómetros de casa, e sozinhos.

sem nexo #2

   “Define a tua vida em três palavras, apenas três palavras.” pediu-me ele, assim como quem pede uma dentada da tua tosta mista quando está esfomeado, ou quem pede uma boleia de carro num dia de chuva. Pediu-me como se fosse algo imprescindível, ou como algo que fosse impossível da minha parte negar.

   Eu pensei, bastante até, e, tal e qual como acontece nos filmes, abri a boca e não saíram palavras, senti-me numa situação ridícula, não posso dizer que não, mas isto tudo não me saiu da cabeça.

  A vida é algo complicado, não sei descrever, não sei o sentido, o objetivo, não sei o que cá faço, nem mesmo o porquê, como é que é suposto eu defini-la em três palavras? Não sei como ajo, porque ajo, não sei quando penso demais e quando vou por impulso, não sei distinguir o bem do mal, ideias enraizadas pela sociedade em nós, como o conceito de beleza, coisas indefiníveis, deixámo-nos influenciar, e ainda deixamos, todos os dias.

   Três palavras? Eu não sei. Até porque de momento, eu não sei mesmo.

sem nexo #1

   Crónicas num jornal, qualquer coisa sobre os Deuses controlarem a nossa vida.

   Gostava de ser capaz de escrever coisas bonitas, poéticas, coisas capazes de serem lidas e apreciadas. Mas não sou.

   Larguei o papel, a caneta, a chávena de café, o jornal, larguei tudo, e levantei-me de repente.

   Saí porta fora, com um fato-de-treino velho vestido, mas não me importava nem um bocadinho.

   Já tiveram todo aquele impulso de fugir? Sair daqui e ir para um sítio melhor, era tudo que eu desejava. E eu podia fazê-lo. Mas faltava-me a coragem.

   Os Deuses só ajudam quando querem.

   Merda. O Derek.